Quarta-feira, 23 de Abril de 2008
Devo ter uma vida boazinha (ainda assim)...

...sem grandes dramas, desgostos avassaladores ou perdas catastróficas e coisas desse género. Só pode assim ser para um gajo que ainda guarda a perturbação de um sonho com meses, anos!

 

Éramos meninos e algo de terrível tinha acontecido, mais terrível do que uma criança poderia imaginar. Eu sabia-o pela como me olhavam todos aqueles que se assomaram ao jardim. Sabia-o por ver o teu triciclo tombado e as marcas no chão. Ninguém se atrevia a dizer aquilo que eu já adivinhava, apenas olhavam piedosamente.

 

Nem um sinal de ti, apenas sinais de que fora violento. Porra!



desinfectado por Jonas às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
Pastelaria fina

Salvo honrosas excepções, considero as manifestações clubísticas em torno do futebol da maior boçalidade, mas enfim... não desgostando de 'bola', eu sou mais de uma onda de cagari-cagaró.

 

Straight to the point:

Achei cá uma graça ao encontrar em todos os caracóis da 'pastelaria' que frequento uma total ausência das tradicionais frutas vermelhas.

 



desinfectado por Jonas às 12:17
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 18 de Abril de 2008
Argumentos contra amantes relutantes



desinfectado por Jonas às 10:34
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Abril de 2008
Porque o melhor do mundo são as criancinhas...


desinfectado por Jonas às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 9 de Abril de 2008
Mimoso

(in 'gloriosa Maria não sei de quando)

 

Está tudo muito bem, o homem é explicadinho e sabe o que quer. Gosto do preciosismo das idades,  mas o melhor de tudo é a parte do  "católica, mas não praticante". Ou por outras palavras: que não seja nenhuma 'glutona' qualquer mas que se preste a uns 'servicinhos' mais ímpios.



desinfectado por Jonas às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 8 de Abril de 2008
Mais 'gourmetices' à luso-americana

As sugestões do dia para quem gosta de sabores intensos são:

 

Michael's Hot Chouriço - $6.50

Nando's Medium Piri-piri Sauce - $4.79

 

 

 

...e para refrescar:

 

Sumol Orange Soda (six pack) - $6.99



desinfectado por Jonas às 13:26
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 5 de Abril de 2008
Excuuuse me, Amazon!

A $4.99 cada lata um gajo enriquece. Mas após o choque inicial a coisa só fica pior, este produto está classificado como Gourmet Food (oh! deves adorar esta, Mouro).

 

Está tudo doido! O atum está por cá muito longe de ser uma comida requintada, ainda por cima do mais ordinário: em óleo vegetal, nem sequer é azeite ou au naturel... mas enfim, nem é esse o ponto, qualquer tonto faz bem as contas e vai ao Continente comprar umas quantas latas destas (€1,02) e ganha mais de 300% com uma venda deste género. E, como duvido que a marca Bom Petisco seja assim tão conceituada por esse mundo fora, pode ser que se safe vendendo, praticamente pelo mesmo preço, atum da marca Vasco da Gama (nome bem mais internacional), que na mesma grande superfície está cotado a €0,79.

 

Amigos, temos aqui negócio!

 

 Fica ainda a sugestão para uma visita às restantes páginas de Gourmet Food da Amazon, é sintomático de algo o facto de os artigos bestseller incluirem gummi bears com fartura...



desinfectado por Jonas às 22:07
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Abril de 2008
Vendidos como "gigantes"...

...mas têm, mais que tudo, uma forma bastante estranha. Não perguntei de que bicho eram.

Devo comê-los?



desinfectado por Jonas às 01:52
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Terça-feira, 1 de Abril de 2008
Questão digna de ser trazida cá para cima...

http://creolina-na-alma.blogs.sapo.pt/19361.html?replyto=79777#reply

 

E um caso interessantíssimo da interactividade destas blogo-coisas...



desinfectado por Jonas às 01:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Um problema real ou já tiques de um wanna-be qualquer coisa?

Quer parecer-me que a nossa linguística está a ficar para trás em alguma coisa... não, nem quero falar do acordo ortográfico que me incomoda mesmo 'lá em baixo'!

 

O problema surge quando quero referir-me a pessoas com as quais, indubitavelmente, tenho uma qualquer relação de parentesco, quando mais não for, de um ponto de vista legal pois somos todos herdeiros quando os velhos (o meu e a delas) quinarem e temos que nos entender. Mas essa relação não tem ainda a devida denominação. Como chamo eu às filhas da mulher do meu pai que não é minha mãe, nem estas filhas do meu pai? São 'uma espécie de irmãs', é o que eu digo... que termo de parentesco devo utilizar? Parece que cá irmão(ã) é um(a) filho(a) do mesmo pai podendo a mãe ser diferente, enquanto meio(a)-irmão(ã) é aquele que é filho da mesma mãe independentemente de que é o pai. (?!) Talvez pela mesma razão arbitrária segundo a qual quando indicamos a filiação em qualquer documento o nome do pai vem sempre em primeiro lugar (e que raspanete levei eu por ter tentado a ordem inversa!). Bof!

 

Terá sido a diversidade das organizações familiares que se multiplicou a um ritmo tal que não tenhamos tido tempo para arranjar termos para as novas relações que daí resultam? Mas que facilidade temos em usar a porra de outras expressões que não lembrariam ao diabo...



desinfectado por Jonas às 01:38
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Eu
Remexer
 
Últimos

Quantos "gigas" tens?

Da convivência com insect...

Não é para fazer pouco...

Inadequado

por favor...

Devo ter uma vida boazinh...

Pastelaria fina

Argumentos contra amantes...

Porque o melhor do mundo ...

Mimoso

Fossa Séptica

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

subscrever feeds
Trapalhada

todas as tags